sábado, 26 de fevereiro de 2011

Malária - onde buscar por socorro médico em Luanda-Angola

Você já teve malária?

Fazer uma pergunta dessas a um angolano equivaleria a perguntar para alguém, em São Paulo, se já ficou gripado alguma vez na vida. A malária ainda é endêmica por aqui. No ano passado, 2 milhões de pacientes foram internados nos hospitais de Angola com malária, que em Angola também é conhecida como paludismo.
http://casadeluanda.blogspot.com/2008/05/voc-j-teve-malria.html
Em Angola há transmissão de malária em área urbana como há transmissão de dengue no Rio de Janeiro. O mosquito transmissor de malária em Angola, o Anopheles gambiae se urbanizou, assim como se urbanizou o mosquito Aedes aegypti no Rio de Janeiro, transmissor da dengue. Negligências de toda ordem e esses mosquitos transformaram como endêmicas essas doenças nesses dois países.

Nossos agradecimentos à Daniela Nobrega que nos enviou essas informações abaixo.
Telefones e emails:
Hospital Militar:
222 324 448
222 322 220
Direcção Geral - 222 325 947
email: hosmilp@netangola.com

Clínica Multiperfil:
222 469 439
222 469 447
222 469 446
email: geral@multiperfil.co.ao

Situação e números da malária em Angola:
http://pjuliao.blogspot.com/2007/09/malria-indstria-da-morte-em-angola.html
http://casadeluanda.blogspot.com/2008/05/voc-j-teve-malria.html
http://cmdt.ihmt.unl.pt/downloads/doc_00000141_20061013-1214.pdf
http://www.angolaxyami.com/Saude/Angola-nao-progrediu-no-combate-a-Malaria-afirmou-a-Organizacao-Mundial-da-Saude-OMS.html

Nenhum comentário: